domingo, 19 de março de 2017

Nuno, o seminarista!

Pois é!, o FC Porto não conseguiu passar para a liderança mas já lá vamos.

Primeiro, gostava de ver, o que não vai acontecer, alguns benfiquistas agradecerem ao FC Porto por este novo ânimo que deverá entrar pelo 'balneário adentro' no Seixal.
ah, ok!, o agradecimento será para João Carvalho, autor do golo do empate do Vitória e jogador do Benfica.

Sim, porque, não estão a jogar nada, asneiras tem sido mais que muitas, uma venda de Gonçalo Guedes em Janeiro que nem lembra ao diabo, mas, pronto, talvez pensassem que Raúl Jimenez ajudasse a resolver essa perca mas também é um outro assunto para mais tarde.
Com este resultado de hoje do FCP tudo é 'chutado' novamente para debaixo do tapete.

Vamos ao que interessa, o jogo do FC Porto:



1) Foi visível que o FC Porto entrou com todo gás, e é isso que se pede, mas sem discernimento nenhum na hora da finalização.

2) O FC Porto hoje precisava de um treinador com 'eles' no sítio para libertar os seus jogadores dessa pressão que era assumir a liderança. Não os tem no sítio e até custa-me a crer que ele não saiba qual a linguagem que esta gente necessita para despertar, não é com palavras bonitas, é com 'caralhadas' quando é necessário. Palavras bonitas pode continuar a tê-las nas conferências de imprensa que até achamos graça.

3) Qual a razão para tirar jogadores criativos (Corona) quando o jogo pede juízo e criatividade? Lesionado?!..não me pareceu, mas vamos aguardar para as explicações caso existam.

4) O desespero do técnico do FCP foi visível quando Layún vem ao banco e pede autorização para efetuar alterações dentro do campo. Como é que é possível?!...
Nuno aceitou, mas não gostou. De seguida tirou o mexicano mas poderá também ter sido estratégia. Aqui dou de barato.

O que não entendo é tirar André Silva para pôr Depoitre (não tem ritmo nem se mexe) quando era certinho que o jogo teria pelo menos mais 9/10 minutos!
Pois, chuto para a área e fé em Deus. Sinceramente, com a criatividade de Corona e André Silva, com mais calma é que o FC Porto teria de ter ganho este jogo. Até poderia se repetir o que aconteceu com o Braga em casa, vencer o jogo nos descontos, mas com gente decente lá dentro.
Depressa e bem não há quem!

Uma palavra para o Vitória, defendeu-se bem e de todas as maneiras e sai do Dragão com um precioso pontinho.

1 comentário:

Anónimo disse...

O teu Porto nao conseguiu ganhar...