quinta-feira, 30 de março de 2017

Mais um clássico de outros tempos...

Estavamos ainda na década de 80, a rivalidade Benfica - FC Porto fazia-se sentir como nunca, ora ganhava o Benfica o campeonato, ora ganhava o FC Porto. Seria assim até 1991!

Em 91-92 e 92/93 o FC PORTO tornar-se-ia mais uma vez Bi campeão (nessa década de 80 também o foi, em 84/85 e 85/86), o Benfica ainda ganharia o campeonato de 1993/1994 mas a partir daí foi o domínio absoluto do FC Porto, tornando-se penta campeão.

Este clássico em baixo, refere-se à época 1987/1988, o FC Porto tinha sido campeão europeu na época anterior e o Benfica iria chegar à final da Taça dos Campeões Europeus nessa época. Perdeu a penalties com o PSV!

Foi também o último clássico de Dito e Rui Águas pelo Benfica na Luz, antes da bomba explodir no verão 1988, iriam rumar ao FC Porto. Rui Águas ainda regressaria ao Benfica duas épocas depois, Dito, nunca mais!...

O futebol português não estava assim tão mal como o 'pintavam', enfim... é um estado de alma nosso estarmos quase sempre a dizer mal. Faz parte da cultura do 'tuga!'
Nesta época de 1987/88 o FC Porto venceria campeonato, taça de Portugal, Supertaça europeia e Taça Intercontinental.

Lisboa, domingo, 31 de Janeiro de 1988 -- 130 mil espectadores no Estádio da Luz 

BENFICA: Silvino; Carlos Pereira, Dito, Mozer e Álvaro Magalhães; Elzo; Chiquinho Carlos, Diamantino e Pacheco; Magnusson e Rui Águas.

Suplentes não utilizado: Bento, Veloso, Tueba, Shéu e Wando

TREINADOR: Toni

FC PORTO: Mlynarczyk; João Pinto, Geraldão, Lima Pereira, Celso e Inácio; André; Jaime Magalhães e Sousa (Jaime Pacheco aos 72'); Rui Barros e Fernando Gomes (Jorge Plácido aos 66').

Suplentes não utilizados: Zé Beto, Eduardo Luís e Semedo.

TREINADOR: Tomislav Ivic.

Sem comentários: