sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

OS ALTOS E BAIXOS DA RELAÇÃO ENTRE JORGE JESUS E INÁCIO

Após duas décadas de alta tensão, dá-se o reencontro em campo de dois históricos do futebol português

Os altos e baixos da relação entre Jorge Jesus e Inácio
Cresceram juntos de leão ao peito, nunca morreram de amores um pelo outro mas foram amigos. Até ao dia em que o estilo irascível de Jorge Jesus chocou com a bonomia de Augusto Inácio. Foram precisas duas décadas para sarar as feridas. Uma ‘boca’ aqui, um ‘recado’ ali, não se falaram durante quase duas décadas e quando se entenderam já a força da zanga tinha sido suficiente para que Bruno de Carvalho aceitasse abdicar de quem o defendeu desde a primeira aparição pública.
"Passei-me da cabeça!"
Em fevereiro de 1997, Inácio aceita um convite do Marítimo e deixa o Felgueiras. O duriães estão a 4 pontos da subida com 14 jornadas por disputar quando Jesus regressa ao clube para render o amigo. O resto da história contou-a o próprio Inácio em entrevista a Record tempos depois. "Quando chegou, a equipa estava a escassos pontos da subida. Ele [JJ] perde com Beira-Mar e Académica e falha o objetivo. Sabe o que é que foi dizer para os jornais? Que se ele tivesse entrado mais cedo, teriam subido facilmente. Passei-me da cabeça. Ele só podia estar a gozar!" Estava o caldo entornado...
O manhoso, os artistas e... o mestre da tática

Passam-se anos. A cada duelo, uma farpa. Na primeira vez que se defrontam depois do corte de relações, estava Jesus no Estrela e Inácio no Sporting. O que se ouviu, não foi bonito... O Sporting chega à Reboleira lançado por 10 vitórias nas 11 jornadas anteriores. Está a 2 pontos do líder FC Porto. A vitória daria liderança, mas os leões deixam-se enredar na teia de JJ.
"A tática sobrepôs-se à técnica", resumiu Jesus, depois de um jogo de muita luta e pouca qualidade. Os treinadores não perdiam a oportunidade de trocar recados. Inácio, que não gostara de ouvir Jesus chamar "manhoso" a Acosta na antevisão do jogo, retorquiu depois do mesmo. 

"Afinal o Estrela é que tem muitos jogadores manhosos…", denunciou. "Quando disse que o Acosta era manhoso, era elogio! Jogadores ingénuos, nem eu nem o Inácio os queremos…", ironizou Jesus. Confrontado com o conflito, Beto, um dos capitães leoninos, preferiu apelidar os jogadores do Estrela de… "artistas". Jesus não se ficou. "São uns artistas, são… O Beto podia aprender com eles para saber o que fazer quando jogar com Benfica e FC Porto", disparou.
O livro e o plágio

Anos mais tarde, novo episódio rocambolesco. Na ponta final de 2004/05 já estavam praticamente ‘condenados’ à descida quando o Beira-Mar de Inácio foi empatar a casa do Moreirense de Jesus. Estalou o verniz. "Deixei um livro no balneário sobre a marcação de bolas paradas porque o que ele (JJ) fez hoje foi copiar o que eu faço!", lamentou Inácio. Jesus, que já tinha falado aos jornalistas, voltou à sala com o troco. "Isso é conversa da treta! Este problema envolve terceiros, pessoas de quem não quero falar. Remonta ao ano passado quando fui substituir esse senhor (Inácio) no V. Guimarães."
Quando Jesus dispensou Inácio
A 4 de junho de 2015, Bruno de Carvalho anuncia a contratação de Jesus. O treinador aceita ‘trocar’ o Benfica pelo Sporting mas impõe condições. Uma delas passa pela ‘dispensa’ de Inácio. 
O presidente aceita. E deixa cair o homem que o acompanhou desde a primeira hora, desde a sua primeira aparição pública enquanto candidato à presidência do Sporting. Inácio deixa de ser diretor desportivo para assumir o pelouro das relações internacionais do clube...
O cachimbo da paz

A reconciliação leva-nos a Ortigosa, Leiria, a 13 novembro de 2015. São os famosos ‘Rugidos de Leão’ e Inácio recebe o seu com… 15 anos de atraso. Por motivo de força maior, não pudera marcar presença na gala de 2000, onde a organização lhe preparara homenagem pela conquista do título e o final de um jejum de 18 anos. Pior: o ‘Rugido’ de Inácio extraviara-se pelo caminho… Quinze anos depois, a justiça. "Este prémio já vem com uns bons anos de atraso…", brincou Inácio. 


"Espero que ‘Rugido de Leão’ do próximo ano possa ser entregue ao treinador campeão. 
E que esse seja Jesus!", disparou, levando mais de 1.500 sportinguistas ao rubro. O acordo de paz foi assinado com um caloroso abraço a Jesus.
Venha de lá esse abraço!
Agora, encontram-se o Moreirense de Inácio e o Sporting de Jesus. Um ‘passou-bem’ entre ambos pareceria simples formalidade, não fosse ser o primeiro selado em campo ao final de 20 anos. As relações estão agora ‘normalizadas’, deixando para trás anos e anos de trocas de mimos e acusações. Domingo, venha de lá esse abraço!

'MADE IN' ALVALADE

JUNIORES LEONINOS. Inácio e Jesus eram juniores do Sporting em 1972/73. Um ano mais velho que o colega, Jesus subiu a sénior no ano seguinte, mas foi cedido ao Peniche, então na Zona Sul da 2.ª Divisão.

REENCONTRO. Só voltaram a jogar juntos em 1975/76, já Inácio somava 28 presenças na equipa principal do Sporting, enquanto Jesus voltava do Olhanense com 29 jogos e 5 golos na 1.ª Divisão.

SEPARAÇÃO. Jesus deixou o Sporting na época seguinte e só voltou como treinador; Inácio sairia em 1982/83 para o... FC Porto pendurando as botas de azul e branco em 1988/89, um ano ante de JJ terminar a carreira no Almancilense

MAU. Fizeram 10 jogos juntos pelo Sporting, todos em 1975/76, época de má memória para os leões de Juca, 5.º classificado no campeonato

JESUS NA FRENTE. Enquanto treinadores, defrontaram-se 8 vezes, com saldo favorável a JJ: 3 vitórias contra apenas 1 de Inácio

A PRIMEIRA VEZ… O primeiro desafio deu-se a 24 de setembro de 1995, quando Inácio rendeu Bobby Robson, então a recuperar de doença. Deu empate, mas sobressaiu JJ que empatou o FC Porto pelo Felgueiras

Concordamos… em discordar


Liga 1999/2000, 21ª jornada

E. Amadora-Sporting, 0-0
Os leões não vão além de um empate num jogo de muita luta e pouco futebol. Jesus regozija-se por ter travado o adversário, enquanto Inácio lamenta o excesso de faltas dos jogadores rivais

JESUS: "A tática sobrepôs-se à técnica"

INÁCIO: "Afinal o Estrela é que tem muitos jogadores manhosos…"

Liga 2001/02, 12ª jornada
V. Guimarães-V. Setúbal, 0-0
Neste duelo de Vitórias, ninguém leva a melhor mas ambos reclamam ter estado por cima… Inácio acusou Jesus de jogar para o ponto mas este refutou o argumento por completo



INÁCIO: "A haver um vencedor teria de ser o V. Guimarães porque o adversário desejou sempre o empate"

JESUS: "Fomos uma equipa de risco! Se alguém tentou e procurou ganhar taticamente este jogo, foi o V. Setúbal"

Liga 2003/04, 22ª jornada
V. Guimarães- Belenenses, 0-1
Os vimaranenses de Jesus jogam mais futebol mas são os azuis de Inácio que levam a melhor, afundando o Vitória no penúltimo lugar da classificação

JESUS: "O Belenenses nada fez para ganhar!"

INÁCIO: "Fomos impecáveis taticamente! A nossa vitória é incontestável"

Liga 2004/05, 31ª jornada
Moreirense-Beira-Mar, 0-0
Os velhos rivais defrontam-se com a ‘corda na garganta’. Empatam e apertam o nó um do outro rumo à descida de divisão. Pelo caminho tornam a trocar acusações…

INÁCIO: "O que ele fez hoje foi copiar o que eu faço!"

JESUS: "Isso é conversa da treta! É fácil de ver quem plagia quem…"

Liga 2009/10, 10ª jornada
Benfica-Naval, 1-0
Jesus precisou de esperar pelo minuto 89 para levar a melhor sobre o velho rival Inácio. Javi García salvou as águias depois de um jogo com mais transpiração do que inspiração

JESUS: "Dada a qualidade que apresentámos, era injusto não ganharmos. Este jogo só teve um sentido"

INÁCIO: "O Benfica tem uma grande equipa e mereceu vencer, mas não foi melhor do que a Naval"

Liga 2009/10, 25ª jornada
Naval-Benfica, 2-4
Os figueirenses pregam valente susto nas águias, que já estavam a perder por dois aos… 12 minutos deste jogo. Tanto que pela primeira vez em largos anos ouviu-se um… elogio de Jesus

JESUS: "O Benfica é um justo vencedor, mas quero sublinhar que a Naval é uma equipa muito boa que conseguiu confundir o Benfica nos minutos iniciais"

INÁCIO: "Foi pena mas quero registar que a Naval não precisa de autocarros. Até parece que é a única equipa em Portugal que joga de uma forma defensiva"

Liga 2012/13, 30ª jornada
Benfica-Moreirense, 3-1
Jesus volta a bater Inácio. As conferências são de cortar à faca mas as guerras são outras… Jesus acabara de perder campeonato e Liga Europa na mesma semana; Inácio despedia-se rumo ao Sporting… com uma descida de divisão

JESUS: "O Benfica não morreu na praia. Há muitos que morrem afogados a meio da prova e nem à praia chegam. O FC Porto ganhou uma competição enquanto o Benfica esteve em todas as frentes até ao fim"

INÁCIO: "Há clubes com ordenados em atraso, mas os jogadores assinam papéis a dizer que não. E desce um clube que não deve nada a ninguém. O campeonato não é sério…"
daqui


Sem comentários: