sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

«Apito Dourado: Árbitro do FC Porto - Sporting esteve envolvido»


Vários sites e páginas em redes sociais tem recuperado o caso apito dourado para demonstrar que o árbitro do próximo clássico FC Porto - Sporting também 'esteve envolvido'. 
Neste caso, num FC Porto B - Gondomar (era apanágio deste clube de Gondomar oferecer objectos em ouro e, não só, aos homens do apito).



Em baixo, um excerto do jornal público de Setembro de 2006 escrito por Adelino Gomes. 

Recorde-se que, Hugo Miguel, tal como Carlos Xistra, são dois árbitros afectos ao Sporting (que eu saiba, são os únicos árbitros da primeira categoria afectos aos leões). 

Por isso, estranhei que fossem os únicos dois com possibilidades de 'apitar' o jogo do próximo sábado. Alguns não gostam que se diga, mas a verdade é que hoje em dia, a grande maioria é afecta ao Benfica. Ao FC Porto e Sporting são poucos...

Claro que isto não tem nada de especial, todos os árbitros tem clubes e, se recordarmos que normalmente estes árbitros erram sempre mais contra os clubes com os quais são conectados, mais estranheza me causou esta nomeação, mesmo para 'precaver' a idoneidade do (s) árbitro (s) em questão. 

Resumindo, o conselho de arbitragem sabe quais os clubes com que os árbitros simpatizam e por isso, na minha opinião, não deveriam ser chamados para arbitrar estes jogos. Bem sei que a arbitragem de hoje já não é o que era, hoje, os erros são mais por incompetência e falta de qualidade desta 'nova fornalha' que está em renovação e crescimento. Enfim...faltou coerência nesta nomeação!...
Espero e desejo que Hugo Miguel faça uma excelente arbitragem, isto sim, era um 'hino' ao futebol!

Excerto do Jornal Público

Um dos exemplos é o caso que envolveu Hugo Miguel, recentemente promovido, que na época 2002/2003 arbitrou o jogo Porto B/Gondomar. 
O encontro acabou empatado e os investigadores apuraram que o árbitro e a respectiva equipa foram "premiados" com objectos em ouro. A situação acabou depois por ser arquivada, porque a má qualidade de som da fita gravada impedia que as incidências do jogo pudessem ser analisadas pela equipa de peritos. 

daqui

7 comentários:

Saci Pererê disse...

Afirmar que o Xistra erra mais contra o Sporting que contra o Porto é risível. Também convém aclarar que a alegada oferta de ouro aos árbitros, foi feita pelo Gondomar e não pelo FC Porto e não foi somente no jogo com o FC Porto B, e era tão "simbólica" como vouchers de 200 euros ou mais. A situação em particular deste jogo foi arquivada, não a oferta repetida das peças em ouro, ao contrário do que por exemplo se fez com os vouchers do Benfica. Depois não gostam que se lhes chame o #Polvo

César João disse...

Saci,

andas muito nervoso e não lês com atenção.

1) eu não falei que Xistra prejudicava ou não, apenas exemplifiquei que quase sempre os árbitros prejudicam mais as equipas para a qual são conectados, no geral, tem sido assim quando apitam jogos 'das suas cores'!

2) entre parêntesis, não digo isso (era apanágio deste clube de Gondomar oferecer objectos em ouro e, não só, aos homens do apito)?

3) Em relação a vouchers, nada me diz que os árbitros eram corrompidos por tais prendas, todos oferecem algo. Aguardarei para perceber se eram mesmo corrompidos. Oxalá também haja escutas para todos ficarmos esclarecidos como funciona, é que do 'apito dourado', há escutas para todos os gostos. É uma questão de aguardar para percebermos se agora é a vez do Benfica corromper como o FC Porto corrompia. É que sem provas, eu continuo com dúvidas que haja mesmo esse tal polvo.

Saci Pererê disse...

Não ando nervoso, eu comento e desenvolvo aquilo que fica no ar, com este texto.
Os vouchers são corrupção ou pelo menos tentativa de corrupção ao superar o valor permitido para as tais ofertas. Os vouchers se são legais, porque se deixaram de oferecer?
Então se não aparecem as escutas no youtube, plantadas por pessoas ligadas à investigação do apito dourado e do benfica (dificil perceber onde acabava uma e começava a outra), não há corrupção, essa é boa. Explica lá César se eram legais e legitimos porque se deixaram de oferecer?

César João disse...

Saci,

mas deixaram-se de oferecer?!...

em termos 'gastronómicos', todos os clubes continuam a oferecer, sempre o fizeram e continuam a fazê-lo!

Saci Pererê disse...

Não é o mesmo oferecer o jantar/almoço num dia do jogo num restaurante, e oferecer além disso um voucher com 4 refeições a cada elemento da equipa de arbitragem, mais uma camisola do Eusébio, querer passar um atestado de idiotez às pessoas não apaga o facto. Isso é como dizer que as putas como quem anda no futebol sabe também era moda, e na altura não deixaram de ser consideradas como pagamento para tentativa de corrupção.

César João disse...

Saci,

para que fique claro, eu não concordo com ofertas de tipo nenhum a árbitros e delegados, mas que continuam a ser feitas por todos, continuam. Bom jogo para logo mais!

Carlos Adrião disse...

Uma vergonha, Hugo Miguel sportinguista?
Não brinqueS com isso, como é possível não ver aquela monstruosa falta sobre o Palhinha que origina o 2-0 para o Porto?