domingo, 6 de novembro de 2016

Quando Rui Águas alinhou pelo FC Porto contra ao Benfica



Estádio das Antas, domingo, 12 de Março de 1989, aproximadamente oitenta mil espectadores para assistir ao FC Porto - Benfica da época 1988/1989.
Uma época que ficou marcada pela contratação de Dito e Rui Águas por parte dos dragões ao eterno rival da Luz.

O Benfica viria a sagrar-se campeão nacional, num campeonato em que venceu vários jogos nos últimos minutos de cada encontro.
Vata entrava na maior parte deles e ajudava a resolver, aliás, foi mesmo o melhor marcador desse campeonato com apenas 16 golos. 
O FC Porto estava em renovação, depois de ter ganho tudo o que havia par ganhar a nível nacional e internacional.
Artur Jorge tinha voltado para substituir Quinito, técnico que informou Pinto da Costa que não tinha mais condições para continuar, após a eliminação da Taça dos campeões europeus aos pés do PSV.

Com arbitragem de Rosa Santos, as equipas alinharam da seguinte forma:

FC PORTO: Vítor Baía; João Pinto, Geraldão (Madjer aos 66'), Paulo Pereira e Branco; Bandeirinha, André, Semedo e Vermelhinho (Jaime Magalhães aos 45'); Domingos e Rui Águas.

Benfica: Silvino; Ricardo; Veloso, Mozer, Samuel e Fonseca; Vitor Paneira, Valdo, Diamantino (Miranda aos 88') e Abel Campos (Pacheco aos 65'); Mats Magnusson.

Sem comentários: