terça-feira, 15 de novembro de 2016

As contradições do túnel de Alvalade

Tal como escrevi aqui, percebi logo que nesta cena do túnel de Alvalade não havia inocentes.

A 100 por cento, ninguém poderá afirmar se o que sai da boca do presidente do Sporting é 'cuspidela ou baforada' de fumo (água/saliva). Seja o que for, na minha opinião é uma vergonha o que o presidente do Sporting fez e uma vergonha também as reacções dos dirigentes do Arouca.
ok, o normal é um gajo ferver e perder a cabeça (alguns), não todos!

Sou fumador, já experimentei também cigarros electrónicos e uma coisa é certa, Bruno de Carvalho, quando se dirige em passo lento para o presidente do Arouca (um verdadeiro louco após esta cena, o homem até leva a mão à cara para limpar algo, com agressões e incitamentos à violência) teve tempo bastante para pôr o fumo cá para fora, pela boca ou pelo nariz, não o fez!

O que ainda não percebi, é o porquê do filho do presidente do Arouca não se ter referido a esta 'cuspidela' no dia do jogo, na conferência de imprensa. Não teve conhecimento quando se dirigiu para lá, não falou com o pai? Estranho!

Também não percebi, o porquê de Nuno Saraiva ter dito que o presidente do Sporting foi abordado quando saiu da casa de banho pelos visados, o que não aconteceu. A saída da casa de banho é muito antes,...o confronto entre os presidentes é depois, quando o presidente do Arouca vem a sair, acompanhado do médico do clube e do filho, Joel Pinho.

Enfim, que siga para averiguações e o inquérito seja rápido e célere, sim, porque, isto tem de ser com mão pesada, além da 'cuspidela' ou 'baforada' há agressões e tentativas de agressões.

Sem comentários: