sábado, 30 de maio de 2015

Já é o treinador com mais troféus ganhos em Portugal




Com a vitória de ontem na taça da liga, Jorge Jesus já é o treinador português com mais troféus ganhos a nível nacional - 3 campeonatos, 5 taças da liga, 1 taça de Portugal e uma supertaça.
 
O Benfica de Jorge Jesus, consegue pela primeira vez na história do futebol português, 6 troféus nacionais de enfiada em pouco mais de um ano. Nenhum clube fez melhor anteriormente!
 
Em 13 meses venceram dois campeonatos, duas taças da liga, uma taça de Portugal e uma supertaça enquanto FC Porto e Sporting nada ganharam. É obra!
 
Fica a faltar voltar a 'ser grande na Europa', a liderança em território nacional foi recuperada pelas mãos do 'mestre JJ'.

domingo, 24 de maio de 2015

Vítor Oliveira: o primado da competência

Sou suspeito.
Porque sou matosinhense e sou amigo de Vítor Oliveira há muitos anos.
O treinador que conseguiu há pouco subir o U. Madeira à 1.ª Liga cresceu na rua matosinhense onde viveu e trabalhou o meu avô Delfim, alfaiate.
Sei de fonte segura que Vítor Oliveira esteve duas ou três vezes para abandonar esta época o comando da equipa madeirense. Sobretudo, tinha saudades de Matosinhos e dos seus amigos. Somos assim na nossa terra.
Esta foi, pelas minhas contas, entrando também aqui o que fez na época passada no Moreirense, a sua oitava promoção de um clube ao escalão maior, entre os quais se conta o nosso Leixões.
Curiosamente, Vítor Oliveira, filho de gente humilde, matosinhense de alma e coração, nunca teve oportunidade para treinar um grande.
Como diz o Alexandre Pais, não deve pertencer ao lóbi certo.
Mas, lá está, a competência é como o azeite e vem sempre ao de cima apesar do esforço dos azeiteiros do costume.
Parabéns, Vítor. És enorme! 
E aqui fica o que agora mesmo o meu pai, Joaquim Queirós, disse de Vítor Oliveira:
PARABÉNS E OBRIGADO, VITOR - O Vítor Oliveira está de parabéns. Ele, também, um menino da minha rua. Devo-lhe o seu gesto de aflição e dedicação quando amparou na hora da morte o meu pai, seu vizinho. Devo-lhe a alegria que senti em vê-lo vestido com a camisola do meu clube. Devo-lhe a satisfação de ter sido influente na sua internacionalização como júnior, seleccionado pelo meu saudoso amigo Peres Bandeira. Devo-lhe ele ser meu amigo e, volta e meia, me saudar com aquele sor...riso enorme e braços abertos, como bem o sabe fazer a gente do mar. Parabéns ao treinador, ao homem de futebol, que desistiu de ser engenheiro para poder engenhar, com o seu saber, já sete subidas à 1ª. Divisão de futebol. Recordo, não há muito tempo, quando me encontrei com a sua mãe na Casa dos Pescadores e ela se dirigiu a mim, pedindo para procurar dissuadir o seu filho de ir para o estrangeiro. A senhora bonita, de negro, já cá não está, mas vi na sua face a alegria do amor a seu filho e a aflição de o poder perder da sua vista.
Vitor, menino da minha rua, menino do Leixões, parabéns.
 
Post de Eugénio Queirós, aqui

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Parabéns ao Benfica e a todos os benfiquistas

Antes de mais, peço desculpa a todos os leitores deste blogue pelos pouquíssimos posts nos últimos meses, mas, motivos de força maior assim o impediram (problemas com o blogue em si e dificuldade e falta de tempo da minha parte para conseguir ultrapassar as respectivas dificuldades).
 
 
 
 
Este post, como o título indica, é direcionado ao Benfica e a todos os benfiquistas pela conquista do 34º título de campeão nacional. Aqui fica um vídeo de comemoração da maior parte dos adeptos em Guimarães, enquanto aguardaram durante uma hora e tal pela saída do estádio.
Volto em breve para abordar alguns assuntos deste campeonato!