sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Quinito




O meu bom amigo Gonçalo Pereira, diretor da "NH/Portugal", outrora meu colega na "Gazeta dos Desportos", a equipa B do jornalismo desportivo português que mais talentos colocou no mercado (e muitos deles ainda andam aí), recuperou esta magnífica capa "oitentista" com Joaquim Lucas Duro de Jesus, de smoking, no Jamor, no comando do Sp. Braga.

Não é a primeira vez, nem será a última, que Quinito é aqui lembrado.

Porque há homens inesquecíveis.

Hoje afastado do mundo da bola, por motivos pessoais, Quinito continua vivo na minha memória.

Não há muitos como ele. E parecido só conheci um: José Mourinho. Por acaso também de Setúbal.
Post de Eugénio Queirós, aqui

Exceptuando o último parágrafo, subscrevo inteiramente este post .
Já agora, os meus parabéns atrasados ao amigo Quinito, que completou ontem 66 primaveras.
Que Deus lhe dê muita saúde e muitos mais aniversários para contar.

Sem comentários: