sábado, 25 de outubro de 2014

Pereira Cristóvão e Sporting passam entre os pingos da chuva



A justiça desportiva deu olimpicamente por encerrado o caso Pereira Cristóvão.
Conforme presumo que devem estar lembrados, o ex-dirigente do Sporting armou uma espécie de cilada ao árbitro assistente José Cardinal, mandando depositar dinheiro na sua conta. O árbitro do Porto estava atento. A PJ entrou na pista do ex-funcionário e o caso deu brado na comunicação social. Os meses passaram, PPC até teve tempo para escrever um livro e eis que o Conselho de Disciplina da FPF põe agora uma pedra sobre o assunto, suspendendo quem já não está em funções por 15 meses e multando o Sporting em dois mil euros. Curiosamente o mesmo valor do tal depósito...
Não sei como vai terminar este caso na justiça comum (mas suspeito). A verdade é que desportivamente é um caso finito. Clube e ex-dirigente foram punidos por colocarem em causa a capacidade e a competência de um elemento de uma equipa de arbitragem!
Como tudo isto é de facto para rir, tanto PPC como o Sporting estão descontentes com a decisão e prometem recorrer!
Post de Eugénio Queirós, aqui

Sem comentários: