quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Carlos Deus Pereira diz que decisão do CJ é impraticável

PRESIDENTE DA AG DA LIGA E AS ELEIÇÕES A TRÊS



 
O presidente da Mesa da Assembleia Geral da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Carlos Deus Pereira, frisou esta quinta-feira que não há condições para cumprir a decisão do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol em relação ao processo elitoral na LPFP.

"O Conselho de Justiça manda fazer um acto eleitoral a três, o que não é possível. As candidaturas previamente apresentadas deixaram de reunir os requisitos necessários, porque os clubes retiraram as assinaturas", disse Carlos Deus Pereira à Rádio Renascença, adiantando:

"Não podendo abrir um acto eleitoral com três listas sem as condições necessárias, terá de ser um processo completamente novo."

Recorde-se que o Conselho de Justiça determinou que as eleições da LPFP devem ser realizada sentre os três candidatos anteriores - Fernando Seara, Rui Alves e Mário Figueiredo.

Sem comentários: